Fibra Ótica: Como funciona? Óò

Nos últimos 20 anos ou mais, as linhas de fibra ótica se consolidaram e transformaram a indústria de telefone de longa distância. As fibras óticas também desempenham um papel fundamental ao disponibilizar a internet em todo o mundo. Quando a fibra substitui o cobre em ligações de longa distância (em inglês) e no tráfego na Internet, ela reduz radicalmente os custos.

Para entender como o cabo de fibra ótica funciona, pense em um imenso canudo de refrigerante ou em um cano plástico flexível. Imagine, por exemplo, um cano excessivamente comprido. Agora, considere que a superfície interna desse cano foi revestida com um espelho perfeito. Então, imagine que você está olhando em uma das pontas do cano. Há vários quilômetros de distância, na outra ponta, um amigo seu liga uma lanterna e reflete sua luz dentro do cano. Uma vez que o interior do cano é revestido de um espelho perfeito, a luz da lanterna refletirá na superfície do cano (mesmo que ele seja curvo ou distorcido) e você a verá na outra ponta. Se o seu amigo começar a ligar e desligar a lanterna à maneira do código Morse, ele conseguirá se comunicar com você por meio do cano. Essa é a essência do cabo de fibra ótica.

Seria possível construir um cabo a partir de um tubo espelhado, contudo ficaria muito grande e seria trabalhoso revestir seu interior com um espelho perfeito. Todavia, um cabo de fibra ótica verdadeiro é feito de vidro. O vidro é tão puro que, mesmo sendo extremamente comprido, a luz consegue ser refletida (imagine um vidro tão transparente que uma janela, ainda que muito espessa, pareceria clara). O vidro é talhado de modo a tornar-se uma fibra bem fina, em um grau de espessura comparado ao do cabelo humano. A fibra de vidro é então envolvida em duas camadas de plástico.

Ao revestir o plástico com vidro, você obtém uma forma similar a um espelho ao redor da fibra de vidro. Esse espelho cria um reflexo interno completo, assim como faria um espelho perfeito revestido no interior de uma cano. É possível experimentar esse tipo de reflexo com uma lanterna e uma janela dentro de um quarto escuro. Se você apontar a lanterna em uma janela a um ângulo de 90 graus, a luz atravessará o vidro. Entretanto, se você refletir a luz da lanterna em um ângulo raso (quase paralelo ao vidro), o vidro atuará como um espelho e será possível ver o feixe de luz refletir na janela e atingir a parede dentro do quarto. A luz que viaja através da fibra irrompe em ângulos retos como esse e permanece por completo dentro da fibra.

Para enviar conversas telefônicas por meio de um cabo de fibra ótica, os sinais analógicos são traduzidos para sinais digitais (veja Como funcionam as gravações digital e analógica para mais detalhes). Um laser em uma das pontas do cano acende e apaga para enviar cada bit. Os sistemas de fibra modernos com um único laser podem transmitir milhares de bits por segundo: o laser pode ser ligado e desligado inúmeras vezes por segundo. Os novos sistemas utilizam vários lasers com cores diferentes para ajustar diversos sinais dentro da mesma fibra.

Os cabos de fibra ótica modernos podem carregar os sinais por uma boa distância: por uns 100 km. Em uma linha de longa distância, existe uma cabine com equipamentos a cada 65 ou 100 quilômetros. A cabine contém equipamentos que capturam e retransmitem o sinal ao próximo segmento com força total.

Fonte: http://informatica.hsw.uol.com.br/cabo-fibra-otica.htm

infografico-tecmundo-9862Fonte: http://www.tecmundo.com.br/infografico/9862-como-funciona-a-fibra-otica-infografico-.htm

Nos últimos 20 anos ou mais, as linhas de fibra ótica se consolidaram e transformaram a indústria de telefone de longa distância. As fibras óticas também desempenham um papel fundamental ao disponibilizar a internet em todo o mundo. Quando a fibra substitui o cobre em ligações de longa distância (em inglês) e no tráfego na Internet, ela reduz radicalmente os custos.

Para entender como o cabo de fibra ótica funciona, pense em um imenso canudo de refrigerante ou em um cano plástico flexível. Imagine, por exemplo, um cano excessivamente comprido. Agora, considere que a superfície interna desse cano foi revestida com um espelho perfeito. Então, imagine que você está olhando em uma das pontas do cano. Há vários quilômetros de distância, na outra ponta, um amigo seu liga uma lanterna e reflete sua luz dentro do cano. Uma vez que o interior do cano é revestido de um espelho perfeito, a luz da lanterna refletirá na superfície do cano (mesmo que ele seja curvo ou distorcido) e você a verá na outra ponta. Se o seu amigo começar a ligar e desligar a lanterna à maneira do código Morse, ele conseguirá se comunicar com você por meio do cano. Essa é a essência do cabo de fibra ótica.

Seria possível construir um cabo a partir de um tubo espelhado, contudo ficaria muito grande e seria trabalhoso revestir seu interior com um espelho perfeito. Todavia, um cabo de fibra ótica verdadeiro é feito de vidro. O vidro é tão puro que, mesmo sendo extremamente comprido, a luz consegue ser refletida (imagine um vidro tão transparente que uma janela, ainda que muito espessa, pareceria clara). O vidro é talhado de modo a tornar-se uma fibra bem fina, em um grau de espessura comparado ao do cabelo humano. A fibra de vidro é então envolvida em duas camadas de plástico.

Ao revestir o plástico com vidro, você obtém uma forma similar a um espelho ao redor da fibra de vidro. Esse espelho cria um reflexo interno completo, assim como faria um espelho perfeito revestido no interior de uma cano. É possível experimentar esse tipo de reflexo com uma lanterna e uma janela dentro de um quarto escuro. Se você apontar a lanterna em uma janela a um ângulo de 90 graus, a luz atravessará o vidro. Entretanto, se você refletir a luz da lanterna em um ângulo raso (quase paralelo ao vidro), o vidro atuará como um espelho e será possível ver o feixe de luz refletir na janela e atingir a parede dentro do quarto. A luz que viaja através da fibra irrompe em ângulos retos como esse e permanece por completo dentro da fibra.

Para enviar conversas telefônicas por meio de um cabo de fibra ótica, os sinais analógicos são traduzidos para sinais digitais (veja Como funcionam as gravações digital e analógica para mais detalhes). Um laser em uma das pontas do cano acende e apaga para enviar cada bit. Os sistemas de fibra modernos com um único laser podem transmitir milhares de bits por segundo: o laser pode ser ligado e desligado inúmeras vezes por segundo. Os novos sistemas utilizam vários lasers com cores diferentes para ajustar diversos sinais dentro da mesma fibra.

Os cabos de fibra ótica modernos podem carregar os sinais por uma boa distância: por uns 100 km. Em uma linha de longa distância, existe uma cabine com equipamentos a cada 65 ou 100 quilômetros. A cabine contém equipamentos que capturam e retransmitem o sinal ao próximo segmento com força total.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s